Otorrinolaringologia

Especialidade médica e cirúrgica vocacionada para o diagnóstico e tratamento de doenças do ouvido, nariz e garganta. As suas principais áreas de atuação são:

  • Otorrinolaringologia pediátrica, dedicada ao diagnóstico e tratamento de patologia do ouvido, nariz e garganta da criança e do adolescente.
  • Otologia, dedicada ao diagnóstico e tratamento de doenças do ouvido
  • Rinologia, dedicada ao diagnóstico e tratamento de  doenças do nariz e seios perinasais
  • Laringologia, dedicada ao diagnóstico e tratamento de doenças da laringe, voz e deglutição
  • Cirurgia da cabeça e pescoço, principalmente dedicada ao diagnóstico e tratamento de patologia oncológica da cabeça e pescoço
  • Otoneurologia, dedicada ao diagnóstico e tratamento da vertigem e do desequilíbrio
  • Cirurgia Plástica da Face

A Unidade Funcional de Otorrinolaringologia do Hospital de Cascais  tem como missão a prevenção, diagnóstico, tratamento e reabilitação das doenças relacionadas com os ouvidos, nariz e garganta. O seu objetivo é a abordagem multidisciplinar e integrada do paciente, praticando uma medicina moderna, com altos padrões de qualidade e segurança, utilizando as tecnologias mais avançadas ao dispor da especialidade.

Os seus profissionais estão em permanente atualização, participando e ministrando ações de formação nacionais e internacionais

A Unidade oferece aos seus utentes a consulta de Otorrinolaringologia Geral e consultas dedicadas de Otorrinolaringologia pediátrica-Surdez Infantil, Otoneurologia, Cirurgia Plástica Facial e Cirurgia da Cabeça e Pescoço. Nesta Unidade são ainda realizados ou solicitados exames complementares de diagnóstico das áreas da:

Audiologia: Audiograma tonal e vocal, Impedancimetria, Potenciais Evocados Auditivos, Otoemissões Acústicas

Endoscopia: Nasofibrolaringoscopia, Endoscopia rígida do nariz e seios perinasais, ouvido e laringe

Neurotologia: Provas vídeo-oculográficas (videonistagmografia, vídeo-Head Impulse Test), Potenciais Evocados Vestibulares (cVEMP e oVEMP) e provas otolíticas (SVV).

 

Dra. Filipa Oliveira, Coordenadora da Unidade de Otorrinolaringologia